Dimensão do risco de infestação e importância do CIP em alimentos

Dimensão do risco de infestação e importância do CIP em alimentosInstalações e processos alimentícios, fármacos e cosméticos são ideais para a proliferação de pragas, sendo que sua presença acarreta sérios prejuízos, além de significar alto risco para a saúde, comprometendo qualidade e segurança.

Com o constante aumento das preocupações em torno da Qualidade, Saúde, Segurança e Legislação, aprimora-se o CIP, que compreende um trabalho abrangente, de ações preventivas e corretivas. Conhecer métodos de Controle de Pragas é fundamental para a sobrevivência das empresas comprometidas com alimentos e afins.

Saúde hoje é Responsabilidade Global e o Controle de Pragas integra-se a programas HACCP, ISO, 5S, GMP

As exigências internacionais CODEX ALIMENTARIUS, FDA, e as nacionais: ANVISA 275, 216, 52, Portarias M.Saúde 1428, 326, legislações estaduais, são cada vez mais aplicadas. A ação de prevenir riscos em todas as fases é condição básica. Saúde hoje é Responsabilidade Global e o Controle de Pragas integra-se a programas HACCP, ISO, 5S, GMP. Casos de infestação por pragas geram situações críticas.

 

1031-Dimensao-do-Risco-de-Infestacao-e-importancia-do-CIPA mídia explora notícias onde Contaminação de alimentos é inafiançável! E a ‘Vigilância Sanitária e clientes sempre atentos! O emprego de armadilhas para pragas é recurso útil e eficaz.

No Brasil e no mundo, ocorrências de falhas não são mais aceitas de forma passiva pelos consumidores. A legislação prevê com detalhes itens de Boas Práticas de Fabricação: Prevenção de Riscos é Obrigatória. Tais regulamentações reforçam o Controle Integrado de pragas, justamente para minimizar o risco de infestação. Um pequeno “mau detalhe” leva a perda de produtos – e clientes! Um inseto pode gerar internação. Um roedor “vivo ou morto” causa gigantescos prejuízos. Jogam na lama a imagem e a credibilidade da empresa, além de ações indenizatórias e até fechamento do negócio.

Nossos clientes são exigentes! E devem ser!

Todos os procedimentos de auditoria de higiene dão forte peso à inexistência de pragas, instalações de barreiras, monitoramento e higiene nas áreas, proporcionando vida saudável a todos, com alimentos seguros. Nosso produto é a Vida. E a Segurança da Vida deve ser promovida a todo custo.

NOSSO PAPEL NA PREVENÇÃO E CONTROLE DE VULNERABILIDADES

Ninguém é obrigado a ser especialista em pragas, mas se atua com alimentos, obrigatoriamente cedo ou tarde terá que entendê-las. A receita é Limpeza, Organização, Procedimentos.

Nossa missão é fomentar ações preventivas. É mostrar os riscos da não adoção de controles, gerando a iniciativa imediata de melhorar. O conceito hoje mundialmente difundido é o máximo de HIGIENE com o mínimo de recurso químico. Interação entre o ambiente e homem é a nova visão. É integrar Qualidade – Seguridade – Inocuidade de forma Profícua. Ninguém é obrigado a ser especialista em pragas, mas se atua com alimentos, obrigatoriamente cedo ou tarde terá que entendê-las. A receita é Limpeza, Organização, Procedimentos.

 

 

Prof. José Carlos Giordano
Prof. José Carlos Giordano

JCG Assessoria em Higiene e Qualidade
Consultor em Food Safety
www.jcgassessoria.com.br

Comentários