O housekeeping no sucesso do controle de pragas

Integração de normas iso com armadilhas luminosas

1126-O-housekeeping-no-sucesso-do-controle-de-pragas-siteVárias empresas adotam os princípios do 5 S como primeiro passo para a Qualidade Total, melhorando aspectos de limpeza e organização, segurança e participação dos funcionários. São inequívocas as vantagens desse programa nas instalações fabris e administrativas. Não só pela redução de desperdícios e maior motivação e produtividade, como também pela higiene advinda aos ambientes. Nesse particular, a interação com o Programa de Controle Integrado de Pragas é imensa. Plano de ação preventivo soma úteis ferramentas para redução de vulnerabilidades na fabricação de alimentos, fármacos, embalagens e cosméticos.

Housekeeping: separação e descarte de materiais inservíveis, arrumação e padronização dos espaços, limpeza e manutenção dessa limpeza

Preconiza o Housekeeping: separação e descarte de materiais inservíveis, arrumação e padronização dos espaços, limpeza e manutenção dessa limpeza. Todos, itens das normas de BPF / GMP!

As pragas encontram abrigo e proliferam justamente nos locais em desordem, onde há acumulo de coisas esquecidas, não manuseadas. A renovação dos espaços, iluminação, pinturas e consertos propicia o desalojamento de insetos e roedores e identifica situações críticas antes não conhecidas. O envolvimento motivacional de todos também é fator importante para o sinergismo de idéias e ações entre os programas de Qualidade, Saúde, Saneamento, Segurança, etc.

Qualquer iniciativa para melhoria do ambiente é sinônimo de melhoria no Controle de Pragas. O senso crítico e o potencial criativo das pessoas deve ser estimulado, enfatizando ações preventivas e a eliminação de pontos que gerem focos ou facilitem ocorrências de pragas. Essa força-tarefa em prol dos chamados 5S ou cinco sensos (Organização, Arrumação, Limpeza, Padronização e Disciplina) acaba por atuar em todos os “pontos” das instalações, pois limpeza também é sinônimo de inspeção prévia.

A busca pela qualidade num mercado competitivo e globalizado permeia normas internacionais. A ISO 9000 que é base de aprimoramento contínuo, se complementa com a ISO 22.000 e hoje mais especificamente a FSSC. A interface entre clientes e fornecedores é otimizada. Nas ações de Controle de Pragas, as responsabilidades com o ambiente são objeto de outra série da ISO: a 15.584, que dispõe dos requisitos de controle de pragas, do descarte de embalagens, resíduos, segurança de sinalização, estocagem de produtos agressivos, etc.. Todos itens de 5S e PPHO – Procedimentos Padrão de Higiene Operacional.

Aprovadas pela agência americana FDA, as armadilhas luminosas adesivas tem eficaz ação no controle de insetos voadores.

A segurança e a saúde do trabalho alcançada com o 5S se desdobra em segurança dos produtos fabricados, segurança nos ambientes, segurança nas contaminações, segurança na credibilidade de um alimento feito e bem feito.

Cada coisa no seu lugar, identificação, organização de cada coisa e disciplina nas coisas. Regras diárias.

Em controle de pragas o 5S é o tratamento que antecede GMP, é um santo remédio para a doença da contaminação. Ação corretiva que através de boas posturas e regras simples minimiza adoção de recursos químicos…

Dentro dessa linha de sistemas prévios a aplicação de inseticidas, outra ferramenta indispensável é o emprego inteligente de armadilhas luminosas adesivas. Aprovadas pela agência americana FDA, tem eficaz ação no controle de insetos voadores. Bem diferentes das antigas armadilhas eletrocutadoras que tinham uma grade elétrica, a eficiência se dá com lâmpadas com luz atraente aos insetos, que são capturados e acabam aderidos a uma placa adesiva de cola especial. É o CIP Controle Inteligente de Pragas, Controle Integrado. Controle Preventivo. Conjunto de técnicas indispensáveis em ambientes sensíveis.

CI-45Veja mais em www.ultralight.com.br

Enfim, quem atua na área de saneamento, profissionais do setor alimentício, farmacêutico, embalagem e afins, contam com fortes aliados: Equipamentos especializados como armadilhas luminosas adesivas que atraem cientificamente insetos voadores e o 5S, onde melhor que limpar é não sujar, onde melhor que combater a praga existente é prever a causa no ambiente.

 

Uma referência Internacional :

Manual de inpeccion de los alimentos , Estudio FAO 14/5, Roma – 1984 – pag 128:

“Devera siempre tenerse em cuenta, que los insecticidas constituyem em complemento, pero nunca podran substituir a unas buenas Praticas de Higiene en los estabelecimientos de alimentacion“

 

 

Prof. José Carlos Giordano
Prof. José Carlos Giordano

JCG Assessoria em Higiene e Qualidade
Consultor em Food Safety
www.jcgassessoria.com.br | +55 11 99977-5949

Comentários